Ficar em casa é um esforço coletivo fundamental para conter o avanço da  COVID-19. E, há grupos de pessoas  com doenças  crônicas, gestantes e idosos, por exemplo, que não podem nem pensar em  descuidar da saúde.

Para promover conexões com sentido, criamos em nossos laboratórios unidades especializadas para atender diversos tipos de pacientes, como os que estão em tratamento de câncer, as crianças, pessoas com doenças cardiológicas, gestantes, entre outros. 

Nossos médicos especialistas prepararam uma série de vídeos com informações relevantes e qualificadas para seu bem-estar e qualidade de vida.

© 2020 Dasa. Todos os direitos reservados

Biblioteca Virtual

FIQUE POR DENTRO DE MAIS TEMAS

Nome da Aula

Palestrante: Alberto Chebabo

Quero assistir
Quero assistir

Nome da Aula

Palestrante: Alberto Chebabo

Nome da Aula

Palestrante: Alberto Chebabo

Quero assistir

Palestrante: Alberto Chebabo

Nome da Aula

Quero assistir

Nome da Aula

Palestrante: Alberto Chebabo

Quero assistir

Palestrante: Alberto Chebabo

Nome da Aula

Quero assistir

Biblioteca Virtual

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi semper dolor lorem, eget bibendum eros rhoncus eget. Nunc porta ante orci, pellentesque consequat lectus hendrerit vitae. 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi semper dolor lorem, eget bibendum eros rhoncus eget.

Baixar material de apoio

Nome do material

Nome do material

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi semper dolor lorem, eget bibendum eros rhoncus eget.

Baixar material de apoio

Nome do material

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Morbi semper dolor lorem, eget bibendum eros rhoncus eget.

Baixar material de apoio

Receba avisos por e-mail e não perca nenhuma novidade

Quero receber as novidades

Conexões com sentido

Você tem sintomas da COVID-19?
Fale conosco pelo WhatsApp ou Assistente Virtual

Button

Você tem sintomas da COVID-19? 

Fale conosco:

Séries

GestanteCardiologiaOncologia

Os cuidados com o coração em tempos da COVID-19 são nossa pauta na seção cardiologia. A ideia é que você esclareça dúvidas e atualize-se com informações sobre sintomas, prevenção, tratamento, além de quando (e como) buscar ajuda médica.

Cardiologia

O histórico familiar não garante  que você está livre de sofrer um infarto ou ter problemas cardíacos. De acordo com o Dr. Carlos Eduardo Suaide Silva, coordenador de Cardiologia da Dasa, o tabagismo, diabetes, hipertensão, colesterol alto e sedentarismo são alguns dos fatores de risco que podem afetar a saúde do seu coração.

Problemas Cardíacos e seus fatores de risco

Pacientes em tratamento oncológico podem apresentar algumas variações no funcionamento cardíaco, como descompasso, por conta do excesso de medicamentos quimioterápicos. Por isso, Dr. Carlos Eduardo Suaide Silva, coordenador do serviço de cardiologia da Dasa, destaca a importância de realizar exames periódicos, como ecocardiograma, para avaliação da saúde do coração.

Exames periódicos

O coração acelerado e aperto no peito, se encarados como crise de ansiedade, podem falsear o diagnóstico de algo mais grave. Se você está em tratamento cardiológico ou necessita de exames de coração, o Dr. Carlos Eduardo Suaide Silva, coordenador de Cardiologia da Dasa dá a dica: não espere a pandemia acabar para se cuidar, procure atendimento médico e, caso necessite realizar exames, estamos prontos para atender os pacientes com todo cuidado e segurança.

Como tratar a ansiedade em tempos de pandemia

Selecionamos alguns artigos e matérias, de instituições renomadas, para que você possa se atualizar sobre o tema.

Pesquisas e estudos

O American College of Cardiology (ACC) lançou um boletim para orientar os profissionais sobre a COVID-19, no qual foi constatado que dentre os pacientes hospitalizados pelo novo Coronavírus, 50% possuíam doenças crônicas, sendo que 40% possuíam doença cardiovascular ou cerebrovascular.

Doença cardiovascular: cuidado redobrado para evitar contágio

Saiba Mais

O Cardio ID avalia e contabiliza as subfrações do colesterol LDL, o ruim, e do HDl, o bom. A partir dos resultados é possível fazer recomendações de prevenção e tratamento para cada indivíduo. O teste é indicado para pacientes com  doenças cardiovasculares ou outros fatores de risco.

Exame de colesterol detecta com mais clareza risco cardiovascular

Saiba Mais

O estudo é um dos vários trabalhos de pesquisa, revisões clínicas, editoriais e documentos de discussão sobre COVID-19 e doençascardiovasculares publicados em uma edição especial do European Heart Journal na quinta-feira, 14 de maio.

Enzima que auxilia  o COVID-19 a infectar as células está presente no sangue dos homens em maior concentração

Saiba Mais

Neste estudo, pesquisadores analisam o quadro clínico e a evolução do tratamento de uma criança de 6 meses diagnosticada com a Doença de Kawasaki (DK), que também apresentou resultado positivo para COVID-19. Estudos adicionais sobre o novo Coronavírus e a associação com DK em pacientes pediátricos ainda são necessários, assim como as indicações para teste da COVID-19 em bebê febril.

COVID-19 e Doença de Kawasaki (DK) em crianças

Saiba Mais

O novo Coronavírus está associado a uma alta carga inflamatória, que pode levar a complicações de doenças do coração, como inflamação vascular, miocardite e arritmias. Esforços estão em andamento para encontrar vacinas e antivirais específicos contra a COVID-19. Enquanto isso, fatores e condições de risco cardiovascular devem ser criteriosamente controlados por diretrizes baseadas em evidências.

Pacientes cardíacos e as possíveis complicações provocadas pela COVID-19

Saiba Mais

Estudo publicado pelo The New England Journal of Medicine aborda a relação entre pacientes acometidos por COVID-19 e a manutenção ou não do uso de inibidores do sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA), que regula funções essenciais do organismo, como a pressão arterial.

Inibidores do Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona em Pacientes com COVID-19

Saiba Mais

Esta revisão, publicada em 3 de abril de 2020, apresenta tudo que se sabe, até o momento, sobre a fisiopatologia do Coronavírus e suas manifestações cardiovasculares, além de perspectivas terapêuticas emergentes.

Novo Coronovírus e o impacto no coração

Saiba Mais

Ela ainda não conhece seu rosto, não sente seu cheiro, mas já é capaz de amá-lo mais do que a si mesma. Não mede esforços para proteger, zelar e cuidar da saúde e bem-estar deste ser humano que está a caminho. Por isso, independente da atual pandemia causada pelo novo Coronavírus, você não deve deixar para depois a realização dos exames gestacionais.

Aqui, trazemos uma série de vídeos que explicam a importância do pré-natal e de todos os cuidados necessários durante esse período.

Gestantes

Séries

GestanteCardiologiaOncologia

Neste vídeo, a Dra. Silvia Herrera, coordenadora do departamento de medicina fetal da Dasa, explica em profundidade a importância dos exames morfológicos, que avaliam a formação do bebê como um todo, além da possibilidade do desenvolvimento de síndromes ou outras doenças. O exame também pode avaliar o risco de parto prematuro.

A importância do ultrassom morfológico do 1º trimestre

A descoberta dagravidez traz uma grande alegria, mas  também a preocupação com a saúde do bebê. Por isso, a Dra. Silvia Herrera, coordenadora do departamento de medicina fetal da Dasa, destaca quais são os exames de ultrassom fundamentais, como, por exemplo, o obstétrico via transvaginal, que deve ser feito entre a quinta e décima semana de gestação.

Início da gestação e seus primeiro exames

Gerar uma vida é um momento único e especial. O cenário atual não pode impedir  os cuidados necessários no período gestacional. Por isso, criamos unidades especializadas em medicina fetal para que você tenha ainda mais privacidade e segurança.

A importância do ultrassom morfológico do 2º trimestre e testes genéticos

Selecionamos alguns artigos e matérias de instituições renomadas para que você possa se manter atualizado sobre este tema.

Pesquisas e estudos

Pesquisa realizada com amostra de nove grávidas, sugere que o novo Coronavírus não 'e transmitido de mãe para filho, durante a gestação. Essas mulheres, residentes emWuhan, na China, , apresentaram pneumonia causada pelo COVID 19 e seus partos foram cesarianas.  O estudo foi publicado no jornal científico The Lancet.

Características clínicas e potencial de transmissão vertical intra-uterina da infecção por COVID-19 em nove gestantes: uma revisão retrospectiva de prontuários

Saiba Mais

Um outro estudo, também publicado pelo jornal The Lancet, investigou todas as mulheres grávidas com COVID-19 que foram internadas no Hospital Tongji em Wuhan, China. Foram avaliadas características clínicas, tratamentos e resultados maternos e fetais.

Características clínicas e resultados obstétricos e neonatais de pacientes grávidas com COVID-19 em Wuhan, China: um estudo retrospectivo, de centro único, descritivo

Saiba Mais

Pesquisas científicas realizadas em vários países buscam conhecer os riscos que o novo Coronavírus acarreta para gestantes, lactantes e bebês. Até o momento, os estudos não demonstraram que mulheres grávidas sofram maior risco de desenvolverem complicações por causa da doença. A análise foi feita pelo pesquisador e professor Gabriel Osanan, do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Pesquisas não indicam maior vulnerabilidade de gestantes à COVID-19

Saiba Mais

Nesta revisão da National Library of Medicine National Institutes of Health, foram pesquisados  artigos publicados em vários bancos de dados, incluindo PubMed, Scopus, Embase, Science Direct e Web of Science, usando palavras-chave como, COVID-19, gravidez, transmissão vertical, Coronavírus 2019, SARS-CoV- 2 e 2019-nCoV, no período de dezembro de 2019 a 18 de março de 2020. Os artigos publicados sobre COVID-19 e transmissão vertical na gravidez foram incluídos.

Riscos do Coronavírus (COVID-19) na gravidez

Saiba Mais

Séries

GestanteCardiologiaOncologia

Mesmo com a necessidade de isolamento social, é fundamental manter o tratamento oncológico e realizar os exames e procedimentos solicitados pelos médicos. Estamos preparados, com unidades especializadas, para atende-lo  com toda segurança e comodidade.

Oncologia

Nesse vídeo, a Dra. Mariana Laloni, médica oncologista do Hospital Santa Paula, explica a importância de pacientes oncológicos continuarem seus tratamentos e realizarem os exames solicitados pelos médicos. O tratamento contra o câncer não pode ser interrompido, e foi pensando nisso que criamos as unidades especializadas com toda a estrutura para um atendimento seguro .

A importância na continuidade de seus tratamentos

Sabemos que esse é o momento de ficar em casa mas, se você sentir algo diferente, é importante  investigar a causa. O diagnóstico precoce de um câncer é muito importante para o sucesso do tratamento. Em caso de dúvidas, procure seu médico e realize seus exames com total segurança.

Não deixe para investigar depois

Os médicos oncologistas e toda a equipe multidisciplinar  cuidam diariamente de todos os detalhes de segurança das unidades de atendimento. O alerta aqui é sobre os  cuidados que precisam ser redobrados fora desses ambientes. Usar máscara, seguir o distanciamento e, sempre que possível, ficar em casa.

Ambiente seguro nas unidades de atendimento

A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) recomenda que os pacientes oncológicos não interrompam o tratamento durante a pandemia. Neste vídeo, Roberto Blasblag, diretor médico do Alta Excelência Diagnóstica, reforça a importância dos cuidados com a saúde desses pacientes e sobre as medidas de segurança que estão sendo adotadas por nossa rede de laboratórios para evitar aglomerações e garantir o bem-estar de todos.

A importância do cuidado com a saúde

Selecionamos alguns artigos e matérias de instituições renomadas para que você possa se manter atualizado sobre este tema.

Pesquisas e estudos

Um estudo do Reino Unido projeta um aumento de 20% na mortalidade por câncer, por conta da Covid-19. São vários os motivos: dificuldade de acesso aos laboratórios de medicina diagnóstica por imagem, dificuldade para realizar exames (como colonoscopia, endoscopia e papanicolau), além do medo de ir ao hospital em tempos de pandemia. O receio é que em breve ocorra um aumento no número de casos avançados de câncer, resultado da redução de cuidados preventivos durante o período de distanciamento.

Desafios do tratamento contra o câncer durante a pandemia

Saiba Mais

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e a Sociedade Brasileira de Patologia (SBP) indicam que 50 mil brasileiros não receberam diagnóstico de câncer. Segundo as instituições, entre os dias 11 de março e 11 de maio de 2020, sete entre dez cirurgias relacionadas ao câncer deixaram de ser realizadas.

Redução no número de diagnósticos de câncer durante a COVID-19

Saiba Mais

Um estudo europeu, publicado na renomada revista científica Nature, aponta que a atual pandemia de COVID-19 desafia os oncologistas a reorganizar cuidados oncológicos para reduzir visitas e internações hospitalares, além de complicações relacionadas ao sistema imunológico ocasionadas em razão do tratamento do câncer. As recomendações foram reunidas em tabelas, que detalham as principais medidas que devem ser adotadas sem que haja prejuízo ao controle da doença. Os autores também pretendem mobilizar a comunidade global de pesquisa sobre câncer a gerar os dados necessários para oferecer o melhor atendimento possível aos pacientes oncológicos.

Novo Coronavírus desafia médicos a reorganizar cuidados oncológicos

Saiba Mais

Cuidar, promover a saúde e a qualidade de vida dos pacientes faz parte do nosso DNA.

Como maior empresa de medicina diagnóstica do Brasil e da América Latina, não medimos esforços para superar a pandemia.

Conexões inteligentes para saúde

Nossas marcas

Ao longo dos anos integramos dezenas de laboratórios líderes no Brasil, que trouxeram sua expertise em diagnose e a credibilidade que desfrutam junto aos seus públicos locais.

Voltar para o início

Cuidados com
a saúde em tempos
de 
Coronavírus

Marcas Parceiras